COMENTARIOS....




Li este comentário e resolvir postar...
Muito Bom
Alguém identificado como Mula de Balaão postou um comentário ao estudo O Ministério de Dança na Igreja http://emart-escolaministerialdeartes.blogspot.com/2009/05/o-ministerio-de-danca-na-igreja.html, o qual aqui reproduzimos e logo em seguida faço a réplica.

Disse o Sr. Mula de Balaão:

"Realmente é triste que tanta infantilidade e distração na igreja! Faltam tantos missionários, faltam tantos intercessores e adoradores -que o façam em espírito (não em carne a dança está relacionada ao corpo e o foco explícito de DEUS é...QUEM O ADORE em espírito! (POR esses Deus procura)...é triste que o mundo tenha entrado na igreja, nunca Deus pediu uma dança para a Igreja, pediu oração, e quanto aos diáconos eles cumpriam algo que Deus pediu-amparar os necessitados, viúvas, órfãos e servir a mesa.. pediu descrição das mulheres tanto no falar como no vestir, há uma inversão total de valores, um exibicionismo tanto no louvor como nestes pseudo-ministérios onde faltam milagres e curas, pranto e choro pelos irmãos presos e torturados ficam essas "palhaçadas" na Igreja, desculpem-me o desabafo, mas falta tanta coisa na igreja e tem gente inventando moda que só agrada aos homens - dançar como fruto da alegria..amém que dance toda a congregação na presença de Deus, fazer disso um "espetáculo" disfarçado, assim como muitos "ministérios de louvor" CHEGA! VAMOS LEVAR A PALAVRA A SÉRIO e quanto a este malabarismo teológico Apresentando os textos bíblicos para justificar o injustificável.. a maioria das coreografias são feitas na frente do público nas igrejas são de origem mundana!os mesmos movimentos usados no bale ( e outros tipos mundanos de danças), creio que o "grupo de louvor" assim como os "dançarinos" deveriam ficar em um lugar atrás da congregação e o púlpito ser o único lugar a frente, e somente ocupado por quem realmente é guiado e usado por DEUS para pregar...se a palavra de Deus não se tornar viva e sua presença não se manifestar com poder, realmente (como falou o irmão citando a "lagoinha" são cópias voltadas agradar a homens, tirem as luzes de cima destes"ministroS" e ponham eles apenas como apoio ..lá atrás longe dos olhos do "público" vamos ver quantos ainda vão ficar...chame eles para orar e jejuar, visitarem os necessitados, viúvas e pobres quantos irão ..isso sim tem respaldo bíblico e vai agradar a Deus!"

Réplica

Cara Mula de Balaão,

Primeiramente, para quem se arvora em defensor da Palavra de Deus você deveria se identificar e não usar pseudônimos. Faço uso de suas palavras quanto a isso: “Realmente é triste tanta infantilidade e distração na igreja!”. Aliás, cuidado: Deus usou a mula de Balaão, mas a mula continuou sendo de Balaão, isto é, a mula foi usada por Deus uma vez, mas continuou sendo usada pelo profeta rebelde. Antes você fosse o jumentinho de Jesus.

Lamento sua falta de conhecimento bíblico e teológico, pois o foco de Deus não é o espírito; isso é platonismo e não cristianismo. Deus quer o ser humano por inteiro: “O mesmo Deus da paz vos santifique em tudo; e o vosso espírito, alma e corpo sejam conservados íntegros e irrepreensíveis na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo” (1 Tessalonicenses 5:23). O Salmista assim se expressa: “A minha alma suspira e desfalece pelos átrios do SENHOR; o meu coração e a minha carne exultam pelo Deus vivo!” (Salmos 84:2). Até a parte física do salmista glorifica a Deus. Adorar a Deus em espírito não exclui o uso do corpo na adoração. Essa dicotomia platônica é um dos males que prejudicou a Igreja ao longo de sua história. O corpo é tão importante para Deus que nossa redenção não é completa sem a ressurreição do corpo: “Se habita em vós o Espírito daquele que ressuscitou a Jesus dentre os mortos, esse mesmo que ressuscitou a Cristo Jesus dentre os mortos vivificará também o vosso corpo mortal, por meio do seu Espírito, que em vós habita” (Romanos 8.11). O corpo é tão precioso para Deus que ele usa membros do corpo para falar de si mesmo (antropomorfismo):

Êxodo 7.5: "E os egípcios saberão que eu sou o Senhor, quando estender a Minha mão sobre o Egito, e tirar os filhos de Israel do meio deles".

Números 6.24, "O Senhor faça resplandecer o Seu rosto sobre ti, e tenha misericórdia de ti".

Salmos 33.6: "Pela palavra do Senhor foram feitos os céus, e todo o exército deles pelo sopro da Sua boca".

Salmos 34.15: "Os olhos do Senhor estão sobre os justos, e os Seus ouvidos atentos ao seu clamor".

E. Salmos 89.10: "Tu abateste a Raabe como se fora ferida de morte; como Teu braço poderoso espalhaste os teus inimigos".

Quando você diz que “nunca Deus pediu uma dança para a Igreja”. Pediu sim. Desde que a Igreja aceitou o Antigo Testamento como Palavra de Deus (tal como Jesus) lido e interpretado à luz do Novo Testamento, a dança (Salmo 150.3) passa a ser uma expressão de adoração a Deus pela Igreja.

Concordo com você quando afirma que faltam missionários, intercessores, maior cuidados com os necessitados, etc. Concordo com você que há muito exibicionismo; mas vou falar com você da realidade que vivo. Lidero e participo de um ministério de teatro e dança onde os integrantes oram, jejuam, acodem os necessitados, não são exibicionistas, são submissos a seus pastores, são exemplos de fé e prática. São também missionários que usam a arte para proclamar o Evangelho. Não estou teorizando. Estou falando do vivo e vejo. Já fui missionário em Portugal junto com outros irmãos preciosos e o fato de sermos também um grupo de teatro foi estratégico para pregarmos o Evangelho usando o princípio de Paulo:

 “Porque, sendo livre de todos, fiz-me escravo de todos, a fim de ganhar o maior número possível. Procedi, para com os judeus, como judeu, a fim de ganhar os judeus; para os que vivem sob o regime da lei, como se eu mesmo assim vivesse, para ganhar os que vivem debaixo da lei, embora não esteja eu debaixo da lei. Aos sem lei, como se eu mesmo o fosse, não estando sem lei para com Deus, mas debaixo da lei de Cristo, para ganhar os que vivem fora do regime da lei. Fiz-me fraco para com os fracos, com o fim de ganhar os fracos. Fiz-me tudo para com todos, com o fim de, por todos os modos, salvar alguns. Tudo faço por causa do evangelho, com o fim de me tornar cooperador com ele” (1Coríntios 9.19-23)

Seu comentário é um amontoado de amargas opiniões pessoais que você pretende ser condizente com a Palavra de Deus. Mas é apenas sua opinião pessoal. Você acha que o culto tem que ser de uma forma, que uns tem que ficar à frente, outras atrás, etc. O problema é você tem uma idéia de que o culto deve ser de uma forma e aquilo que não se encaixa na sua mera opinião humana, não é de Deus. Deus é muito maior do que a caixinha em você o está tentando colocar. Leve seu ponto de vista sobre o culto para a sua comunidade de fé, para a igreja onde você congrega, apesar de, perdoe-me a franqueza, seu comentário parece ser fruto de alguém que não é ouvido nem na sua congregação e precisa da internet para expressar sua opinião. Você atribui uma série de maus comportamentos e más intenções, generalizando-os. Fale de quem você conhece.

Que o Senhor te abençoe muitíssimo.

Bjssssss
Cintia Sant'Anna

Cia Casa de Davi

A arte a serviço do Reino. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários passam por um sistema de moderação, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.
- comentários com palavrões ou ofensas não serão aceitos;
- as criticas construtivas são sempre bem vindas;
- caso queira deixar o link para seu blog, fique a vontade.

Instagram