devORANDO - Salmos 51

A vida segue rumos diferentes do que geralmente propomos, eu havia começado a escrever essa tag com o livro de 1 Coríntios, mas logo me afastei dele, apesar de amá-lo. O Senhor tem nos direcionado a ler sobre outras coisas e a meditar em outros aspectos, então, gostaria de compartilhar com vocês o que tenho aprendido.


Salmos 51


Deus generoso em amor, preciso da tua graça Deus imenso em misericórdia, apaga meu passado sujo. Lava minha culpa e purifica-me dos meus pecados. Sei que fui muito mau; meus pecados ficam me olhando o tempo todo. (vs. 1-3, A mensagem)


Este é o clamor de um homem que se humilha diante do Senhor implorando pelo seu perdão. Davi havia acabado de receber a repreensão de Deus através de Natã por ter sido responsável pela morte de Uzias unicamente para poder possuir a sua esposa, Bate-Seba. (II Samuel 12:1-15).

O “engraçado” é que quando vai repreendê-lo, Natã conta uma pequena história de um homem rico que possuía muito gado e ovelhas, mas mesmo assim optou por pegar a única ovelha de um pobre homem para servir de refeição a seu visitante (II Samuel 12:1-4).

Ao ouvir essa história, Davi ficou revoltado, sem nem imaginar que Natã estava falando justamente dele. Eu imagino essa cena, viajo nas expressões de raiva de Davi quando soube da atitude do tal homem rico, sua compaixão pelo pobre que perdeu sua amada ovelha e a vontade de fazer justiça por ele. Imagino também como o seu semblante mudou rapidamente para tristeza e arrependimento quando se reconheceu nessas condições.

A história é bastante conhecida, mas o que me chama atenção é que a perspectiva de Davi não mudou quando ele descobriu que era ele quem estava sendo acusado pelo Senhor, muito pelo contrário, ele reconheceu o seu pecado contra o Deus e se humilhou diante dEle nas palavras do Salmos 51.
Davi pecou contra o Senhor, se deixou levar pela própria vontade, esqueceu-se de Deus o desobedeceu e agiu com crueldade para alcançar o seu objetivo. Davi estava cego em seu orgulho, mas essa cegueira foi desfeita quando viu-se exposto diante dAquele que TUDO vê.
O que admiro em Davi neste momento é que ele não tentou se esconder ou justificar, ele se humilhou diante de Deus intercedendo por sua misericórdia.

Salmos 51


Mas foi a ti que ofendi, e viste tudo: sabes a extensão da minha maldade. Tens todos os fatos diante de ti: o que decidires a meu respeito será justo. Andei desgarrado de ti por muito tempo, eu estava no erro já antes de nascer. O que desejas é a verdade, de dentro para fora. Entra em mim, então, e concebe uma vida nova e verdadeira. Purifica-me, e sairei limpo; lava-me, como que com um esfregão, e terei uma vida branca como a neve. Põe uma música alegre para mim, conserta meus ossos quebrados, para que eu possa dançar. Não fiques procurando manchas: cura-me completamente. Deus, faz um novo começo em mim, dedica uma semana para organizar o caos da minha vida — uma nova gênese. Não me jogues fora com o lixo, nem deixes de soprar santidade em mim. Traz-me de volta do exílio cinzento, sopra um vento novo em minhas velas. Dá-me a chance de ensinar teus caminhos aos rebeldes, para que os perdidos consigam achar o caminho de casa. Anula minha sentença de morte, ó Deus da minha salvação, e cantarei hinos a respeito dos teus caminhos. Põe palavras nos meus lábios, querido Deus, e me abrirei para os louvores. Fingimentos te desagradam, uma atuação impecável nada é para ti. (esse é o meu preferido) Quando meu orgulho é despedaçado é que adoro a Deus de verdade. O coração quebrantado, disposto a amar, não escapa, nem por um minuto, da percepção de Deus. Transforma Sião num lugar de recreio e repara os muros de Jerusalém. Então, terás de nós adoração verdadeira, atos humildes e grandiosos de adoração, até mesmo com todos os touros que conseguirmos sacrificar a ti. (vs.4-19, A mensagem)



Que aprendamos com Davi, a sermos sinceros com o Senhor diante de nossas falhas. Somos propensos ao pecado, não tem como fugir disso, mas podemos ser perdoados e essa é a melhor das dádivas – a graça. É preciso que nos arrependamos dos nossos erros, dizendo não a nós mesmo, a nossa vontade, aquilo que nos atrai e dizendo sim a vontade do Senhor. O arrependimento requer reconhecimento daquilo que foi feito e busca incensante por aquele que nos faz diferentes. Que haja alegria em nossas vidas, alegria na possibilidade de redenção e salvação que está somente em Cristo. 

Quando alguém reconhece o seu pecado, quando alguém reconhece que não é tão bom assim, então esse alguém está a um passo de ter um encontro com o Senhor. E quando alguém que pensava ser tão indigno, quando alguém que pensava que seu pecado era tão grande e imperdoável, mas encontra na Cruz um poder muito maior, mas encontra na Cruz o amor de Deus. Este alguém também está a um passo de ter um encontro com o Senhor. (Juliano Son, Ministração da Música "A mensagem" do CD com mesmo título).

Se quiser ouvir a ministração completa do Juliano, nesse vídeo tem o áudio completo. 
   

Tainah Cerqueira

Nascida em 1993. Cristã. Cacheada. Natural de Salvador - BA. Cheia de sonhos na caixola. Apaixonada pela vida e qualquer tipo de arte. Vivendo nEle, por Ele e para Ele.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários passam por um sistema de moderação, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.
- comentários com palavrões ou ofensas não serão aceitos;
- as criticas construtivas são sempre bem vindas;
- caso queira deixar o link para seu blog, fique a vontade.

Instagram