DIÁRIO DE UM ADORADOR (PARTE 8) 2'

Oi Amigos saudades!!! Cada dia uma nova emoção...
Os filhos do mandamento !
A morte de João me trouxe a pergunta:”qual é o preço da verdade?” Sabendo de tudo o que havia acontecido com ele e das perguntas que , a partir daquele assassinato, permeavam minha mente em todo o tempo, comecei a questionar minha própria vida, valores, propósito e tudo o mais…
Jesus estava se tornando muito conhecido por milagres que fazia! Muitas pessoas o seguiam. Ele chamou alguns que eram conhecidos como seus discípulos…até alguns que seguiam a João, passaram a estar com Jesus pois João os preparou para isso! Judas Iscariotes, politicamente conhecido como zelote ( grupo que já expliquei antes) me disse que agora, Jesus levava consigo esses discípulos, cujos nomes eram: Simão Pedro e André seu irmão; Tiago e João também irmãos: Filipe e Bartolomeu: Mateus ( que era conhecido como coletor de impostos) e Tomé; Tiago que era filho de Alfeu e Simão chamado também de Zelote, Judas, filho de Tiago além dele, Iscariotes que cuidava da bolsa dos discípulos !
Fiquei muito impactado em saber que aqueles homens largaram tudo, sua pesca, seu trabalho, seu escritório de cobrança de impostos…para seguir a Jesus sem garantias! Nestes tempos, se um homem não tem um ofício, ele não pode cuidar de uma casa, ou mesmo se casar…Miriam…eu sou já um levita, minha herança é o Senhor, será que conseguiria uma forma de poder casar com ela????                       Alguns dias quando estávamos preparando as canções para o Shabat, eu conversava com o Mica sobre nosso futuro…Jesus dizia” Vinde após mim e eu vos farei pescadores de homens”; mas, quanto isso me renderia para poder falar em casamento com minha amada Miriam…”olhai as aves dos céus, que nem semeiam nem ceifam, nem ajuntam em celeiros; e vosso Pai celestial as alimenta. Não valeis vós muito mais que elas?” As vezes eu pensava em conversar com meus pais a respeito de seguir a Jesus e deixar meu ofício do templo…do Shabat! Como meu pai e mãe entenderiam aquilo? E a Miriam? Pensaria que eu não gostava mais dela? “Ninguém pode servir a dois senhores…”disse Jesus! Como “dois” senhores? Eu servia no templo e na sinagoga a Jeová!!!?!
Me recordo quando pequeno e na adolescência quando com treze anos  e um dia, fui cumprir minha B’nai Mitzva, cerimônia dos “filhos do mandamento”, para me  tornar um Bar Mitzva, um “filho do mandamento”, podendo então fazer parte do miniam, um grupo de pelo menos dez homens adultos para a realização de cerimônias judaicas…no dia de me tornar um Bar Mitzva, li um trecho da Torah que estudei por meses a fio, além do Perasha, uma parte do livro dos profetas…e lí no profeta Isaías: “O Espírito do Senhor Jeová está sobre mim…”exatamente o mesmo texto que Jesus de Nazaré leu naquele dia quando quiseram matá-lo!!!!! Quando terminou a cerimônia ,todos os presentes me desejavam Mazal-tov que seria algo como boa sorte ou parabéns ! Nesse mesmo dia, Miriam que tinha doze anos e um dia ( nosso aniversário era no mesmo dia!) se tornou uma Bat Mitzva , uma filha do mandamento ! A partir dalí ela se tornou alguém que ocupava um lugar na minha vida nunca ocupado antes por alguém, de uma forma tão forte e intensa…Miriam e eu…filhos do mandamento!
Desde então, meu pai Izhar passou a me considerar um homem na casa! Comecei a ter que tomar minhas próprias decisões, assumir meus erros e viver com mais responsabilidade. Cheguei a participar de alguns ensinamentos do grande mestre Shammai. Tive aulas de matemática, escrita, musica com certeza e parte importante do hebraico (a língua falada era o aramaico e muitos judeus precisavam de tradução para o hebraico quando da leitura da Torah, pois não o sabiam o suficiente!). Eu aprendi com meu amigo Judas algo do latim, língua usada pelos romanos para assuntos militares…mas Judas sabia algo, fruto de seus contatos zelotes infiltrados no meio militar romano.
Jesus falava muito o aramaico do povo, e usava com freqüência o dialeto aramaico da Galiléia que era bem perceptível. Seus discípulos galileus como Simão Pedro e André também falavam esse dialeto aramaico. Muitos textos que Jesus citava de cór, pois assim aprendíamos a guardar as Escrituras para ensinarmos a nosso filhos depois, tinham métrica ritmada o que tornava agradáveis seus ensinos, histórias e parábolas, além de facilitar a memorização!!! Jesus sabia o hebraico, pois contam que ele, quando se tornou bar mitzva, discutia no templo com os doutores, os mestres da Torah e ficavam maravilhados de ver a sua memória, seu conhecimento, sua capacidade em discutir e entender as Escrituras!!! Além disso, ele devia saber algo do árabe egípcio, afinal, quando fugiu com sua mãe Maria e José para o Egito, pois estava sendo perseguido de morte por Herodes, o grande, pai de Herodes Antípas, que matou o profeta João Batista, ele ficou alí por uns seis anos até a morte de Herodes, quando voltou para Israel! Que homem esse!!?! Jurado de morte já na infância?!?!?…e também sabia o ofício de carpinteiro que exerceu até chegar aos trinta anos quando o ví sendo batizado por João! Dizem que seu pai José morreu algum tempo atrás pois era bem mais velho que Maria sua mãe!
Esse homem poderoso, que lidava com seres espirituais, anjos, demônios, e que estava curando por todo lugar onde andava, estava tomando conta de meu coração, me pedindo para seguí-lo…eu não poderia deixar de atender a esse apelo! Afinal…eu era um bar mitzva !!!!
continua...
@gersonortega   gjortega@uol.com.br
Bjsss!!!                                                                                                       Cintia Sant' Anna Casa de Davi

Cia Casa de Davi

A arte a serviço do Reino. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários passam por um sistema de moderação, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.
- comentários com palavrões ou ofensas não serão aceitos;
- as criticas construtivas são sempre bem vindas;
- caso queira deixar o link para seu blog, fique a vontade.

Instagram