TEMA: SOMOS ESCOLHIDOS PARA TER COMUNHÃO DIA 18 - Apoiando uns aos outros


APOIANDO UNS AOS OUTROS

E agora, esta palavra a cada um: vocês devem ser como uma grande família feliz, cheios de simpatia uns pelos outros, amando-se uns aos outros, com corações ternos e mentes humildes. (I Pedro 3:8)

Deus nos capacita para amar uns aos outros e tirar o medo do nosso meio.
Nós acabamos com o medo em nossa comunidade, amando e sustentando uns aos outros de tal forma que cada membro se sinta seguro dentro do grupo (I João 4:18). Essa segurança permite que revelemos nossa humanidade ao grupo Inclusive toda a nossa alegria ou dor, nossos altos e baixos, vitórias e derrotas.
Proporcionamos uns aos outros a mesma segurança incomum que Cristo nos dá “temos liberdade para sermos genuínos, tristes, confusos e mesmo assim, amados. Deus nos desafia a criar uma comunidade onde amamos como se nossas vidas dependessem disso (1 Pedro 1:22) e onde cada um pode “viver, se mover e existir” (Atos 17:28).
Deus quer que choremos e celebremos unidos - cuidando de cada um igualmente (I Coríntios 12:25- 26), ao mesmo tempo em que confortamos e confrontamos, aquecemos e advertimos, tratamos com carinho e desafiamos , dentro de uma atmosfera de apoio e segurança. O Senhor deseja que sustentemos cada um com corações ternos e mentes humildes.
Corações ternos: nós sustentamos os outros porque Deus nos sustenta. Devemos consolar os irmãos com a consolação que recebemos de Deus
(2 Coríntios 1:4). Demonstramos corações ternos quando dizemos uns aos outros:
Não há nada de errado em se ter um dia ruim.
Não há nada de errado em estar cansado.
Não há nada de errado em admitir seus erros.
Não há nada de errado em dizer que seu casamento está com problemas.
Não há nada de errado em confessar seus vícios.
Não há nada de errado em dizer que está com medo.
Não há nada de errado em querer ficar longe de seu filho pequeno por um dia.
Não há nada de errado em chorar sua perda.
Não há nada de errado em você ter dúvidas, estar confuso, chorar.
Mentes humildes:Pessoas humildes não colocam seu foco no quanto acham que são indignos. Não se preocupam em se comportar humildemente. Esse tipo de comportamento é que na verdade auto-centrado e reflete falsa humildade. Nossa humildade deve surgir naturalmente de nosso espírito amoroso, onde vemos, através do olhos de Deus, o valor dos outros. A verdadeira humildade também significa que entendemos o valor que temos em Cristo e o nosso propósito único. Isso permite que celebremos o sucesso dos outros, sabendo que Deus abençoa a cada um de nós de modo diverso e em momentos diferentes, de acordo com nossas necessidades e missão. Nós mostramos mente humilde quando dizemos uns aos outros:
Não há nada de errado em você comprar um carro novo.
Não há nada de errado em celebrar seu “SUPER”  aumento.
Não há nada de errado em ficar alegre ao nos contar que perdeu oito quilos.
Não há nada de errado em contar que você venceu a concorrência nas vendas.
Não há nada de errado em gritar “ALELUIA” porque a presença de Deus em sua vida é tão boa.
Demonstramos um coração terno quando choramos com aqueles que choram. Demonstramos um modo humilde de pensar quando nos alegramos com as bênçãos recebidas pelos outros, como se fossem nossas.
Dar suporte uns aos outros também significa que olhamos para cada um vendo o podemos ser e não o que aparentamos ser agora. Jesus chamou Pedro de “pedra” quando esse pescador ainda estava agindo com impulsividade (Mateus 16:18). Deus chamou Gideão de homem poderoso e de coragem, quando ainda estava se escondendo dos inimigos (Juízes 6:11-12). Nós edificamos e encorajamos uns aos outros quando nos vemos em termos do propósito e missão de nossas vidas (1 Tessalonicenses 5:11).
Na medida em que buscamos maneiras pelas quais podemos suportar uns aos outros (Romanos 14:19), poderá ser útil lembrarmos que a palavra “suportar” literalmente significa “emprestar força a”. Nós encontramos força em lugares que nos apóiam, lugares onde nos sentimos seguros ao sermos nós mesmos. O que seu grupo acha disso?
PARA PENSAR:
Deus nos capacita para amarmos uns aos outros
e tirar o medo do nosso meio.
 VERSÍCULO PARA DECORAR:
E agora, esta palavra a cada um: vocês devem ser como uma grande família feliz, cheios de simpatia uns pelos outros, amando-se uns aos outros, com corações ternos e mentes humildes. (I Pedro 3:8)
QUESTÃO A CONSIDERAR: 
Para quem você vai emprestar força hoje e como vai fazê-lo?

Cia Casa de Davi

A arte a serviço do Reino. 

Um comentário:

  1. Cintia gostei muito do seu blog, jah estou te seguindo, um abração Daniii Oliveira (www.jesusnaslinhas.blogspot.com)

    ResponderExcluir

Os comentários passam por um sistema de moderação, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.
- comentários com palavrões ou ofensas não serão aceitos;
- as criticas construtivas são sempre bem vindas;
- caso queira deixar o link para seu blog, fique a vontade.

Instagram