História de Vida


Meu testemunho de vida

Olá pessoal, gostaria de iniciar o meu blog contando meu testemunho de vida:

Até 5 de março de 2006, eu era bastante racional, mais perfeccionista do que ainda sou hoje, queria ter o controle de tudo, buscava total segurança, havia bastante dúvida sobre o sentido da vida, o porquê do sofrimento, se eu era amado por Deus, etc. A minha existência parecia um acaso e a morte um destino inócuo

Porém, aos poucos, através do exemplo de vida de várias pessoas (e isso contou muito), eu fui conhecendo a Verdade, que é única. Ela era a referência, o padrão que estava faltando. Por que digo isso? Porque como eu tinha dúvidas sobre o sentido da vida, sobre qual era a postura correta, eu ainda estava em busca de um propósito. Sabia que existia uma luta do bem contra o mal, sabia que eu precisava de perdão pelos meus erros e defeitos, sabia que nenhum outro ser humano poderia me perdoar justamente por ser humano e falho e assim vi que a natureza humana é caída: por mais que queiramos fazer o bem, não o fazemos.

Eis que percebi que minha alma era aquilo que determinava minhas atitudes e que ela precisava ser corrigida desta natureza caída, precisava de um SALVADOR. E ele é único, impactante e sua natureza é amor. Assim, tornei-me cristão,uma nova criatura participante da família de Cristo que creu na salvação mediante a morte de Jesus na cruz.

Isso quer dizer que agora sou perfeito e não tenho mais problemas, certo? ERRADO! Eu ainda possuo defeitos, sempre possuirei e por vezes eles tentam ressugir, trazendo o velho homem à tona. E para quem não percebeu, há um inimigo oculto em nós e se chama carne. Percebam que todas as vezes que tentamos fazer somente a nossa vontade, as coisas não dão certo. Mas quando tentamos fazer a vontade de Deus e entregar-se a Ele, tudo dá certo. E infelizmente eu não posso explicar de forma racional nada disso, pois tudo isso é fruto de experiência própria por aproximação ao amor de Deus. Todo relacionamento exige aproximação, entrega e confiança e não é diferente com Deus. A intimidade do relacionamento é proporcional à entrega a ele.

Ser cristão é viver neste mundo com a ajuda do Criador, ou seja, é uma prova com consulta ao Criador da mesma!
E neste post, queria chamar a atenção para você que quer saber porque me entreguei a Jesus:
- vi que é necessário muita fé para ser ateu e para crer na Teoria da Evolução
- se não existisse dúvida (e o mundo não é exato), não precisaria de fé
- Que somos limitados por mais que pensemos que temos controle sobre nós mesmos
- creio em Deus justamente porque sou limitado e não posso explicar tudo
- por mais que eu tentasse fazer as coisas certas, nunca fazia
- queria ter controle sobre tudo e via que isso não era possível
- vi que tudo que estava na Bíblia era verídico e se comprovava na vida real, por isso seus ensinamentos ainda são válidos hoje em dia
- que o perdão de Deus traz uma paz de excede todo o entendimento e resolve todo sentimento de culpa e problema de auto-estima
- que as coisas boas que aconteciam não vinham do acaso

Pois bem, pra você que quer mais argumentos, lanço o desafio de praticar Sl 34,8: "Provai, e vede que o SENHOR é bom; bem-aventurado o homem que nele confia". Jesus disse que só por Ele há vida (Jo 14, 6: "Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.")

E para quem acha que fé é loucura, a Bíblia já previa isso. Se o Evangelho nos oferece qualquer coisa racional e natural, pra que fé?
- 1Cor 1, 27: "Mas Deus escolheu as coisas loucas deste mundo para confundir as sábias; e Deus escolheu as coisas fracas deste mundo para confundir as fortes"
- 1Cor 2, 14: "Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente."

A minha vida tinha um vazio que foi completada com o propósito de Jesus (com sua morte na cruz), convido você a buscar o seu. E o caminho é o mesmo...

Cia Casa de Davi

A arte a serviço do Reino. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários passam por um sistema de moderação, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.
- comentários com palavrões ou ofensas não serão aceitos;
- as criticas construtivas são sempre bem vindas;
- caso queira deixar o link para seu blog, fique a vontade.

Instagram