E a vida segue.

 

  Depois daquela euforia de fim de ano segue a vida mais uma vez. Mansa ou feroz, a vida segue com aquela velha, e gostosa, expectativa de ano novo e baterias recarregadas, e como tudo, temos que usar disto para a glória de Deus. Nesse período do ano ficamos mais dispostos a mudar e receber o novo, nesse curto tempo fizemos uma básica pesquisa do que podemos trabalhar para a edificação do ministério em 2015. 

 Essa pesquisa foi realizada de modo simples, amador, buscando democraticamente soluções e expectativas para o ano que já chegou. Para entrarmos no assunto uma palavra que me chamou atenção foi Despertamento, ela foi usada relativa ao Ministério, que "nós" não como Grupo de Dança, ou Arte, mas "nós" cristãos precisávamos urgentemente nos atentarmos. Atentarmos ao quê? É o que iremos ver.

     • Atentar aos últimos dias.
                     Isso não é novidade, a volta de Cristo é esperada desde a sua ascensão e aguardar por isso é trabalho da Igreja, ser prudente em relação a isso deve ser um pensamento diário. E pondo isso na visão do Ministério é pensar: "vou por todas as minhas forças, dons e talentos em prol disto, pois o tempo está se acabando".

   •  Atentar aos dons e talentos
            No Ministério é perceptível que uns se desenvolvam de um lado, e outros no outro. É encantador a forma que Deus divide o Corpo para um auxiliar o próximo - nos dois lados: os dons espirituais como de misericórdia, de ofertar, de interceder,  talentos como dançar, desenhar etc. - no entanto, há pratos no Corpo sendo usado como copo, e copo como garfo. Com uma má divisão de tarefas dons não são multiplicados, mas sim enterrados, e acredito que não é isso que queremos.
             Dentro da nossa pesquisa houve um clamor muito forte relativo aos dons artísticos e a obra de Cristo, e cremos que vamos nos atentar mais por isso. Amém, igreja? Rs.

    •  Atentar ao desenvolvimento Espiritual
             Nosso Reino não é daqui, nossos pensamentos também não devem ser, como diz a Palavra "pensai nas coisas do Alto", nesse ano de 2015 ansiamos atentar não só "a eventos, coreografia e afins", mas queremos buscar mais o nosso Redentor, e ver cada programação como um dia a mais com Ele, do manifestar dEle em nossas vidas. Haverá mais foco nas coisas do Reino.

  • Atentar a omissão disfarçada de respeito.
             O dicionário define Omissão de uma forma tão exata  "É o deixar de fazer, dizer ou escrever. É o não agir quando se esperaria que o fizesse." , é uma ação esperada, mas é deixada de lado, talvez por medo, timidez, não entender que também é vocacionado como 'missionário' etc, enfim a atividade é deixada para trás, e muitas vezes com uma simples justificativa "Cada um tem o seu modo de pensar, de crer e fazer".  Os tempos mudaram, mas o evangelho não mudou, não podemos confundir o respeito, amor com a nossa omissão.

    • Atentar ao conforto. 
              O conforto do colchão, do sofá, do colinho da mamãe são coisas que não queremos largar, mas lembre-se que o Filho do Homem não tinha nem onde colocar a cabeça, e segui-Lo é negar-se a si mesmo. O conforto do crente é o culto do domingo, e em 2015 foi posto nas metas  sair deste local, usar tudo e arriscar também por vidas.


Por fim, as palavras da aniversariante do dia: Em 2015 eu espero para o Ministério os sonhos de Deus, porque são maiores do que os meus! 

Foco, força e fé, muita fé e oração. Que venha o Teu Reino sobre nós, ontem, hoje e sempre!

Acreditamos que serão tempos de mudança - não acreditamos nisso porque o ano nos trará coisas novas, mas porque cremos naquele que tudo pode mudar! 


O Ministério Casa de Davi deseja a todos um bom ano! 



Nicole Antunes

Um comentário:

Os comentários passam por um sistema de moderação, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.
- comentários com palavrões ou ofensas não serão aceitos;
- as criticas construtivas são sempre bem vindas;
- caso queira deixar o link para seu blog, fique a vontade.

Instagram